A Globalização e o Marketing de Rede

Já pensaram que os descobrimentos portugueses foram, no seu tempo, o maior passo em direcção à globalização e um networking que existiu durante centenas de anos. Somos uns mestres a relacionar-nos com as pessoas, mesmo as desconhecidas.

Entre a empresa de Marketing de Rede onde estivemos quase 5 anos e esta onde já estamos há 3 anos, houve muitas alterações de forma e comportamento. Não foram fáceis estas mudanças, mesmo sendo procuradas por nós. E aquilo que sucede com a mudança é que a maioria das pessoas é resistente às mudanças e muitas vezes em seu próprio detrimento. Obriga sempre a um pouco de ajustamento como a mudança sempre é. Mas não é necessariamente uma coisa má. A mudança mantém-nos a crescer e a aprender. Impulsiona-nos a mantermos os pés no chão e adaptar-nos. Como resultado, crescemos mais fortes.

Na maior parte das empresas de Marketing de Rede, dita a experiência, existem duas escolas de pensamento sobre como construir a sua rede downline: a forma online e a offline. Às vezes estes dois grupos não funcionam muito bem juntos, porque tendem a sentir que estão em conflito uns com os outros. No entanto, a minha visão faz-me discordar muito destas posições. Nos dias que correm, as habilidades para construir uma rede de negócio, quer seja on-line ou off-line são realmente as mesmas.

A Rede do Marketing de Rede

O que é importante na criação de uma rede, estável, sólida e produtiva é uma bem sucedida relação com os seus downlines e com outras pessoas. Este é o maior princípio de qualquer sistema de marketing de rede, ou seja, é baseada em: pessoas a relacionar-se com outras pessoas para se ajudarem uns aos outros, a atingirem o sucesso. Se estiver a relacionar-se com as pessoas através das chamadas a frio, para apresentar a sua oportunidade, a fazer prospecção de profissionais na sua área, ir a feiras para se encontrar com grupos, blogs, artigos de marketing, pay-per-click, ou utilizando meios de comunicação sociais como o Facebook ou o Twitter, tem de se conectar e relacionar com outras pessoas. Todos estes, diferentes veículos, são simples formas diferentes de se conectar com as pessoas. São ferramentas que um profissional de marketing de rede pode e deve utilizar para ter o trabalho feito. Não confunda a ferramenta com o objetivo. As ferramentas são os meios, fazer ligações com outras pessoas é o resultado final.

Upline Sabe do Marketing de Rede

Quando trabalhava com a anterior empresa, uma das maiores dificuldades era o facto de não compreender a relutância que os meus uplines tinham com os métodos que a Cesarina e o Sílvio, nossos uplines directos usavam, muito apoiados nas metodologias online. No fundo foi tudo isso que fez com que a nossa saída nem fosse tão dolorosa. Basicamente os métodos de trabalho eram estritamente “old school”, em que eles nos ensinavam a abordar os seus amigos e família, e depois a colocar folhetos em todo o lado, fazendo prospecção no mercado frio, para apresentar a oportunidade.

Hoje com o Sílvio temos o melhor dos dois mundos, porque temos um dos maiores especialistas do online, com um sistema de geração de contactos, sem par e também um sistema de formação que nos dá a possibilidade de aprendermos a utilizar a internet para expandir o nosso mercado “morno” e gerar os nossos próprios contactos. Todos os dias trocamos impressões acerca da melhor forma de expandirmos a nossa rede. Trabalhamos em conjunto para construir uma equipa mais forte, com conferências e formação todos os dias, mas não descuramos os elementos de formação on-line e off-line para ajudarmos toda a nossa equipa de downlines, porque, sendo a maioria, de pessoas que vieram e trabalham com a internet, temos alguns que usam só as metodologias de “old school”, porque o nosso objectivo é que todos os membros da rede tenham muito sucesso na construção da sua própria rede de mercado não importa qual seja o método que preferirem.

Na verdade, a forma mais eficaz de construir uma rede sólida, estável e produtiva que seja forte e duplique é dar os membros da equipa diversas opções e fornecer formação e suporte para cada um deles, mesmo que não usem os métodos online a formação terá de ser o mais abrangente possível e hoje a formação online é fácil de gerir tanto para quem dá como para quem recebe. Uma vez que somos todos empreendedores, somos em última análise responsáveis por fazer as nossas próprias escolhas, em como queremos construir a nossa própria rede de mercado. Porquê limitar-se a ensinar só um método de construção de rede quando isso tornará muito mais difícil encontrar pessoas boas para o acompanhar no seu projecto? Claro que isso não faz sentido para mim.

E o mais importante é que com o nosso sistema, não temos de ser especialistas em todas as estratégias de marketing para os ensinar à sua equipa. Na equipa temos especialistas em todas as áreas, e é isso que nos faz diferentes das outras equipas do mercado na forma e no método diário de operações. Isto é o melhor porque aproveitamos os talentos, habilidades, capacidade e tempo de outras pessoas para ajudar todos a ser mais bem sucedido.

Convido-o a manter sempre uma mente aberta sobre o que os seus downlines precisam de si em termos de apoio mesmo se essa não for a sua especialidade.

Eu uso um sistema de marketing de atracção que tem tudo, centenas de horas de formação gratuitas sobre as estratégias de marketing mais eficazes que o podem ajudar a expandir o seu negócio, além de ter uma série de cursos grátis para oferecer aos seus prospectos. Dê uma olhada Aqui.

Se gostou deste artigo, faça-me um favor e partilhe-o com outras pessoas e se quiser deixe um comentário abaixo. Obrigado:)

Façam o favor de ser feliz

PS: Se o seu Upline Não Tem Um Mapa Passo A Passo Para O Sucesso, Veja Isto (A Menos Que Já Tenha Muitos Prospectos) – clique aqui para ter acesso imediato e veja como pode desenvolver o seu Marketing de Rede

About Rui Lemos

Rui Lemos, nasceu em Lisboa, Portugal, em 1959, sempre foi empreendedor desde tenra idade. Esta sua tendência para o negócio deu-lhe uma visão desempoeirada da vida, pois sempre pensou pela sua própria cabeça. Fez o liceu em Oeiras, perto da praia o que veio também a influenciar o seu desejo de liberdade e de gozar o tempo de lazer. Fez serviço militar na Força Aérea Portuguesa, na área da electrónica, foi profissional da IBM por quase 20 anos, a sua carreira foi de técnico de computadores, a técnico de software até gestor, sendo formador do Instituto IBM, autor de manuais técnicos e de vários livros, entre eles o Best Seller com 23 edições “O Fundamental do Windows 3.1″, conheceu o marketing de rede em 1983, mas não foi financeiramente compensador, ficou só o "bichinho". Voltou ao MMN, em 2004, com a Bia Pomar, sua mulher, onde conheceu a Cesarina e o Silvio Fortunato. Fez parte do grupo fundador do Magnet System e do Inner Circle, com a Bia Pomar e o Rui Gabriel, sendo hoje um profissional do internet marketing e do marketing multinível, é autor de vários blogs entre eles www.RuiLemos.com, um blog que fornece dicas sobre internet marketing, marketing multinível, formação e empreendedorismo para profissionais ou amantes do internet marketing e www.escritamilionaria.com dedicado ao Copywriting, Content Management, SEO Copywriting. Foi co-fundador do grupo de internet marketers Lazy Millionaires League que se dedicam a ajudar os novos a encontrar o seu caminho, é também afiliado All In do Empower Network.