Sê Interessante
Sai do Molde da Fábrica

“Ser interessante”.

É um bom conselho, mas não é nada de novo. Provavelmente já percebeu desde o início que ser capaz de interessar os leitores é uma parte crucial do crescimento de um blog popular. É bastante óbvio que ninguém se vai ligar a si, ao seu blog, a menos que encontrem alguma coisa de interessante no seu blog.

Mas como é que o deve fazer, exactamente? Como pode “ser interessante?”

Muito do que escrevemos sobre atenção e interesse é abstracto. Falamos de diferenciação, valor e gatilhos – conceitos todos úteis, mas não os pode apontar. Não pode levantar a sua mão e pedir, “dêem-me alguma diferenciação”. Como resultado, é difícil de envolver a sua mente à volta do que essas coisas realmente significam.

Pessoalmente, gostaria de mudar isso. Ao longo das últimas semanas, estive a tomar atenção às coisas que comandam a atenção, tanto eu como outros, mas eu fiz uma lista de 21 técnicas que funcionam. Está longe de todos eles, tenho certeza, mas deve ser suficiente para começar.

1. Estar Errado: O mundo está cheio de pessoas a tentar fazer as coisas certas. Tornou-se tão comum que muitos de nós ficam completamente aborrecidos com isso. À vezes desejamos alguém que esteja disposto a fazer a coisa errada, dizer a coisa errada, ser a coisa errada. Se tiver a coragem de ser essa pessoa, vai encontrar muitas pessoas que lhe vão prestar muita atenção.

2. Estar Correcto: Também pode ganhar a atenção, estando correcto… mas só se for mais correcto do que os demais. Correr os 3.000 metros mais rápido do que qualquer outro, explicar um tópico mais claramente do que qualquer outra pessoa, ser mais engraçado do que toda a gente. Encarne a perfeição, e as pessoas vão perceber.

3. Comunique o que os outros não podem: Como escritores, podemos tirar as ideias das nossas cabeças e colocá-las numa página. Às vezes, esquecemos que é muito difícil para algumas pessoas e quão valiosos nos fazem. Muita gente daria qualquer coisa para ser capaz de dizer o que pretendiam. Mas não podem. Assim, transformam-se em canções, livros e arte que se comunica por eles. Seja um produtor destas coisas, e nunca vai perder a atenção deles.

4. Fazer qualquer coisa: Hoje todos que estão online estão a tentar dizer algo importante, mas muito poucos estão a tentar fazer algo importante. Se quer atenção, ouse não apenas dar conselhos aos outros, mas para viva, por si mesmo, esse conselho. E de seguida, blog sobre isso.

5. Surpreenda as pessoas: Chip e Dan Heath, autores do Made to Stick (Feito para Colar), dizem que uma das melhores maneiras de se diferenciar é partir as ” máquinas de adivinhação”das pessoas. Tomar uma posição surpreendente, fazendo analogias bizarras, ou de outra forma, fazer o oposto do que normalmente faz. Enquanto for inesperado, as pessoas vão parar e prestar atenção.

6. Faça as pessoas rir: Os bloggers são demasiado sérios. Estamos tão ocupados a tentar ensinar que nos esquecemos de entreter. Como resultado, grande parte dos nossos leitores adormece. E qual é a melhor maneira de despertar as pessoas? Humor. Os palestrantes e oradores públicos usam-no à séculos, e enquanto for apropriado para o seu público (em particular), o humor pode despertar os seus leitores e levá-los a prestar atenção outra vez.

7. Ofereça-lhes uma aspirina: Alguns dos melhores posts escritos em blogs, são simples como uma aspirina. O seu leitor tem uma dor de cabeça, e claro que você tem uma cura, assim vai oferecer-lhes essa cura sob a forma de um post no blog. Assim, eles prestam atenção… não por causa do seu post ser bonito ou bem trabalhado, mas porque ele cura a dor de cabeça deles. Conclusão: tente agir como um farmacêutico, não um blogger e nunca lhe vai faltar atenção.

8. Mostrar (meia) mulher nua: Já reparou que um número desproporcional de anúncios usa como recurso uma mulher com pouca roupa? Isso sucede porque funciona. Chama a atenção não só aos homens (como seria de esperar), mas também às mulheres. Por qualquer motivo, quase todos centram a sua atenção sobre ela. Aqui está a prova de que até funciona mesmo com posts de blog.

9. Diga-lhes que eles são: “Quem sou eu?” não é apenas uma pergunta; é uma procura universal que a maioria de nós persegue pela nossa vida inteira, definindo e redefinindo-nos a nós próprios, sempre inseguros sobre o que estamos a ser somos realmente nós mesmo. Como blogger, pode (e deve) aproveitar essa insegurança. Transforme o seu blog em algo que defina os seus leitores, como este, este, este ou este.

10. Prever o futuro: De vez em quando, use os seus conhecimentos para fazer uma alegação bizarra sobre o futuro. Se tiver alguma autoridade sobre o assunto, as pessoas vão reparar e tomar conhecimento. Imagine que o Brian Clark escreve um argumento convincente, bem fundamentado que os cursos on-line serão o modelo de negócios do futuro. Oh espere,… ele fez mesmo isso, com o Teaching Sells (Ensinar Vende) e alguns dos maiores nomes do marketing na Internet continuam ainda a falar sobre isso.

11. Solte o seu tótó interior: Muitos posts são como livros de texto em miniatura; são instrutivos e bem organizados e metem-nos a dormir pela sua falta de entusiasmo. Se pretende tornar-se famoso na web, pare de tentar soar como um professor sabedor e solte o seu “totó interior” de dentro de si – a parte de si que está completamente apaixonado pelos seu tópico que toda a gente pensa que é muito engraçado, mas prestam atenção de qualquer maneira. Mais sobre totós aqui.

12. Ser corajoso: A maioria dos vídeos no YouTube estão lá para o fazer rir, mas entre eles, vai encontrar esta jóia rara que atraiu a atenção de mais de 5 milhões de pessoas. O facto é, que praticamente todos sentiram a dor de Derek Redmond, atleta olímpico, que protagoniza um dos maiores momentos da história do desporto e dá uma enorme prova de coragem, persistência, crer e amor, mas muito poucos de nós responderiam com aquela coragem e graça. Seja uma dessas pessoas, e vai ter toda a gente a assistir.

13. Ser surpreendentemente honesto: De vez em quando, diga a verdade. Seja tão honesto que vai até ter medo de no botão “Post”. Seja tão honesto que ninguém saberá o que dizer na secção de comentários. Seja tão honesto que até o seu advogado lhe diz para parar. Vai se sentir melhor… e as pessoas vão falar bem sobre si.

14. Ser irreverente: Quer agitar as pessoas? Goze com o Deus deles, com a sua política, com a sua família – qualquer coisa que lhe seja caro. Sim, claro que vão ficar ofendidos, mas muitas outras pessoas vão pensar que é hilariante. Se não tem estômago para ser odiado por uma parte do mundo e amado por outra, não merece ter um blog.

15. Contar uma boa história: Esta foi-nos dito tantas vezes que quase não a incluía… excepto por uma coisa: as pessoas ainda não a perceberam. Sim, as histórias apoiam os seus pontos de vista, fazem aberturas sólidas e ensinam as pessoas enquanto os divertem, mas uma boa história pode torná-lo uma lenda. Eu não estou a falar sobre as anedotas que apimentam a blogosfera. Estou a falar sobre a história que o assombra no seu leito de morte. Esqueça-se das outras todas. Conte-me essa.

16. Dar uma parte importante da notícia: De todas as vezes que o Google faz algo novo, milhares de bloggers escrevem sobre o assunto. Isso é óptimo para o Google, mas onde está o benefício real para os bloggers? O primeiro a dar uma história é o único que ganha. Obtém todo o tráfego, os links e a autoridade. Todos os outros, depois, são só eco.

17. Desmentir o comprovado: Por muito tempo, todos pensavam que tinham de ser os melhores para se ser bem sucedido. Em seguida, Chris Anderson apareceu e virou o mundo de cabeça para baixo com o seu The Long Tail (A Cauda Longa). Ele desmentiu o que muita gente disse ser verdade, e isso fê-lo famoso (ainda mais). Reconhecido, é muito difícil projectar um significativo avanço, mas se ele lhe aparecer e o puder atravessar, as pessoas irão falar sobre si durante anos.

18. Escolha a imagem perfeita: Quer fazer um bom post, dos melhores? Escolha uma imagem que exprima exactamente o que quer dizer e coloque-a na parte superior do seu post. Sim, pode levar tempo, mas o tráfego extra vale a pena.

19. Seja um mestre da metáfora: As metáforas são os caminhos que criamos para levar os nossos leitores até às nossas ideias. Crie uma suficientemente forte, e será uma auto-estrada de atenção, dirigindo os leitores para o seu blog mais rapidamente do que qualquer outra técnica aqui descrita (excepto talvez o último ponto). Mais sobre metáforas aqui.

20. Criar uma obra de arte: Muitos bloggers manipulam os posts da mesma forma que os matadouros tratam das galinhas. São coisas horríveis, não servem para mais do que o consumo. Se quer surpreender as pessoas, pare e coloque algum esforço real nos seus posts, crie uma obra de arte. Vai ficar surpreendido por quantas pessoas se vão lembrar dela, muito tempo depois dela ter saído da sua primeira página.

21. Coloque os seus leitores primeiro: Sim, eu sei, o blog é seu. Sim, eu sei, o seu talento é real e único. Sim, eu sei está a trabalhar de rabo de fora. Mas não importa. Porque a única consequência importante é o seu leitor. Pode lutar contra este facto enquanto quiser, mas enquanto o fizer, nunca será interessante.

About Rui Lemos

Rui Lemos, nasceu em Lisboa, Portugal, em 1959, sempre foi empreendedor desde tenra idade. Esta sua tendência para o negócio deu-lhe uma visão desempoeirada da vida, pois sempre pensou pela sua própria cabeça. Fez o liceu em Oeiras, perto da praia o que veio também a influenciar o seu desejo de liberdade e de gozar o tempo de lazer. Fez serviço militar na Força Aérea Portuguesa, na área da electrónica, foi profissional da IBM por quase 20 anos, a sua carreira foi de técnico de computadores, a técnico de software até gestor, sendo formador do Instituto IBM, autor de manuais técnicos e de vários livros, entre eles o Best Seller com 23 edições “O Fundamental do Windows 3.1″, conheceu o marketing de rede em 1983, mas não foi financeiramente compensador, ficou só o "bichinho". Voltou ao MMN, em 2004, com a Bia Pomar, sua mulher, onde conheceu a Cesarina e o Silvio Fortunato. Fez parte do grupo fundador do Magnet System e do Inner Circle, com a Bia Pomar e o Rui Gabriel, sendo hoje um profissional do internet marketing e do marketing multinível, é autor de vários blogs entre eles www.RuiLemos.com, um blog que fornece dicas sobre internet marketing, marketing multinível, formação e empreendedorismo para profissionais ou amantes do internet marketing e www.escritamilionaria.com dedicado ao Copywriting, Content Management, SEO Copywriting. Foi co-fundador do grupo de internet marketers Lazy Millionaires League que se dedicam a ajudar os novos a encontrar o seu caminho, é também afiliado All In do Empower Network.