9 lições que não aprendes nas escolas de négocios

Cada vez mais em Silicon Valley, vemos menos interesse em prosseguir programas de MBA. Todas as semanas uma nova história destaca o custo de oportunidade destes programas, as taxas de desemprego dos seus graduados (apesar de menos de 5% da classe de 2012, de Harvard estar desempregada três meses depois da graduação) e os célebres empreendedores que sem terminarem a faculdade e muito menos um programa de pós-graduação (Steve Jobs, Bill Gates, Richard Branson, Mark Zuckerberg) tiveram um sucesso enorme.

Combina isso com o facto de que as startups – onde todos parecem querer trabalhar – não se importarem, de todo, com as graduações em negócios. Eles querem ver a experiência da vida real e que tens o necessário para o fazer nas trincheiras da startup onde é muito mais visceral, quando o teu trabalho, não as tuas qualificações, estão na linha de fogo.

Então o que é que não está certo?
Em primeiro lugar, se foste aceite ou estás matriculado num programa de MBA, entende que o conhecimento nunca fez mal a ninguém. Há muito a ganhar com o curso, bem como a quantidade de coisas que podes fazer para aproveitares ao máximo o teu tempo na escola. A atitude certa e o grau certo fornecem uma fórmula para o sucesso sustentável a longo prazo.

Enquanto uma escola de negócios te dá um pedigree, no mundo real o importante são os resultados. Assim que termina o processo de entrevista de emprego, não importa qual grau recebeste da Católica, do Técnico ou de Harvard. Tudo que lhes importa é que faças o trabalho feito. Por isso vou-te deixar aqui algumas lições do mundo real do trabalho:

 

Ler Mais Em: 9 Lições Que Não Aprendes Nas Escolas de Negócios

About Rui Lemos

Rui Lemos, nasceu em Lisboa, Portugal, em 1959, sempre foi empreendedor desde tenra idade. Esta sua tendência para o negócio deu-lhe uma visão desempoeirada da vida, pois sempre pensou pela sua própria cabeça. Fez o liceu em Oeiras, perto da praia o que veio também a influenciar o seu desejo de liberdade e de gozar o tempo de lazer. Fez serviço militar na Força Aérea Portuguesa, na área da electrónica, foi profissional da IBM por quase 20 anos, a sua carreira foi de técnico de computadores, a técnico de software até gestor, sendo formador do Instituto IBM, autor de manuais técnicos e de vários livros, entre eles o Best Seller com 23 edições “O Fundamental do Windows 3.1″, conheceu o marketing de rede em 1983, mas não foi financeiramente compensador, ficou só o "bichinho". Voltou ao MMN, em 2004, com a Bia Pomar, sua mulher, onde conheceu a Cesarina e o Silvio Fortunato. Fez parte do grupo fundador do Magnet System e do Inner Circle, com a Bia Pomar e o Rui Gabriel, sendo hoje um profissional do internet marketing e do marketing multinível, é autor de vários blogs entre eles www.RuiLemos.com, um blog que fornece dicas sobre internet marketing, marketing multinível, formação e empreendedorismo para profissionais ou amantes do internet marketing e www.escritamilionaria.com dedicado ao Copywriting, Content Management, SEO Copywriting. Foi co-fundador do grupo de internet marketers Lazy Millionaires League que se dedicam a ajudar os novos a encontrar o seu caminho, é também afiliado All In do Empower Network.